quinta-feira, 2 de março de 2017

Os preparativos do seu casamento: a cerimônia religiosa



“Na união conjugal, o homem e a mulher realizam esta vocação no sinal da reciprocidade e da comunhão de vida plena e definitiva. Quando um homem e uma mulher celebram o sacramento do matrimônio, Deus, por assim dizer, se reflete neles: imprime neles os próprios traços e o caráter indelével de seu amor. O matrimônio é o ícone do amor de Deus conosco” Papa Francisco.

Quando do começo desta série, já falamos que em primeiro lugar, os noivos devem escolher onde será a cerimônia e a partir daí, verificar se a data escolhida por vocês está disponível, fazer a pré-reserva e dá continuidade aos preparativos. E fique atenta a esta pré-reserva, ela tem validade de 30 dias e durante o referido período deverá ser realizada a entrevista, bem como apresentado todos os documentos necessários, sendo que, diante da omissão dos interessados, a mesma será automaticamente cancelada então, não conte que sua data já estará reservada e saia contratando todos os demais profissionais necessários para o seu evento até você haver assinado o contrato de celebração da sua cerimônia.

Já falei  aqui sobre os documentos necessários e algumas informações pertinentes na escolha do local da cerimônia, também  aqui sobre o curso de noivos, exigido pela igreja, caso vocês sejam católicos, aqui então, para não se tornar repetitivo, hoje falarei de algumas dúvidas que alguns leitores haviam perguntado...

  • O casamento só é válido se houver o registro civil...
Já falamos aqui, que concentrar o casamento civil e religioso no mesmo lugar, a chamada habilitação do religioso com efeito civil, pode ser mais prático MAS, não dispensa a ida ao cartório em DOIS momentos, o primeiro como já vimos aqui, para dá entrada na solicitação da habilitação que sai em 30 dias e tem validade de NOVENTA dias, e após a cerimônia, para registrar o termo de casamento emitido pelo celebrante, IMPORTANTE SABER que esse registro recebido após a cerimônia, tem validade de NOVENTA DIAS também e deve ser levado tão logo, ao cartório para a oficialização do contrário, os noivos permanecem solteiros perante a lei.


  • Quero minha cerimônia religiosa num local ao ar livre, ao entardecer...
Eu particularmente acho belíssimo, ainda mais com os cenários que temos aqui em Manaus ou em qualquer destination wedding que você optar mas, saiba que, para cerimônias católicas, a Igreja não permite mais que os padres realizem cerimônias fora delas.
Ainda existem poucos padres que tenham uma autorização para fazer tal diligência, ainda assim, apenas para uma benção e não a celebração da cerimônia em si, sendo necessário fazer todo o processo normal que seria para uma cerimônia na igreja, dá entrada na secretaria paroquial de toda a documentação exigida e fazer o curso de noivos e antes da data do casamento, fazem uma cerimônia íntima na igreja, apenas com a presença dos seus pais, para receber o sacramento e no dia do casamento em si, no local em que escolherem, assinam o termo de registro, perante suas testemunhas, padrinhos e convidados.
Contudo, se ainda assim, diante de tal empecilho não abriem mão da escolha do local ser diferente da igreja, o mais próximo daquilo que fora idealizado por vocês, seria convidar um diácono, reverendo ou pastor para a celebração da sua união, eles realizam a cerimônia do jeito que você quiser, tradicional ou não, cerimônia ecumência e até com efeito civil.
  • CALENDÁRIO PAROQUIAL - para os católicos
A fazer a reserva da data, é necessário respeitar o calendário paroquial, em determinados dias, casamentos não podem ser marcados por motivos religiosos, eventos e feriados, DOMINGO, anda sendo o queridinho das noivas ultimamente mas, saiba que se optares pela cerimônia na Igreja, para MUITAS, dentre elas as mais requisitadas e olha que eu pesquisei, o pároco não celebra, por ser o Domingo do Senhor, mesmo assim, ainda consegui encontrar duas que celebram e se vocês souberem de mais alguma, deixa a dica aqui nos comentários para outras noivinhas...nas minhas andanças, ainda consegui para esse dia, na Comunidade Jesus de Nazaré, na Maceió e na Paróquia de Santa Edwiges, ali no Morada do Sol. 
Quanto aos demais dias, o mais comum são as Sextas e Sábados mas, dependendo da paróquia e do calendário paroquial, hoje, os casamentos já podem ser realizados a partir das segundas-feiras, o único inconveniente é que a maioria dos convidados terá que trabalhar no dia seguinte.

  • O segundo sim...
Se você casou-se apenas no civil e tem o sonho antigo de fazer uma celebração na igreja para receber as bençãos divinas, DEVEM e tem todo o direito de fazê-la mesmo sendo o segundo, terceiro casamento APENAS no civil, porque se um dos noivos já casou no religioso, saiba que a igreja católica considera o casamento indissolúvel aliás, ele é para todas as religiões porem, no catolicismo, os padres são proibidos de realizar o casamento de pessoas divorciadas.
AGORA, como tudo na vida tem exceção, você pode entrar com um pedido de anulação do religioso SE, ele for comprovado que nunca foi válido. O processo era caro e dependia da análise de dois tribunais eclesiásticos, podendo se prolongar por anos, com o Papa Francisco, passou a ter baixo custo e, em alguns casos, será resolvido apenas em 45 dias por bispos, que ganharam autonomia para cancelar a união.
Para as outras religiões a orientação é a mesma, para que todos se esforcem para manter a união, sempre cultivando a tolerância e o respeito mútuo. O divórcio é uma lei humana, cuja finalidade é separar legalmente o que já estava separado de fato. Não é contrário à lei de Deus, pois só reforma o que os homens fizeram, e só tem aplicação nos casos em que a lei divina não foi considerada. Deus criou os homens dando inteligência e livre arbítrio. Nós devemos procurar fazer boas escolhas e tentar manter os laços de união, mas quando a pessoa só encontra sofrimento tem todo o direito de separar-se e casar-se novamente.
Para os evangélicos, os pastores aconselham que os procurem, que analisarão cada caso.
No judaísmo, os divorciados devem apresentar o guet, um documento de separação emitido por um rabino, na presença de duas testemunhas.

  • Meu noivo chegará no dia anterior ao casamento...
Até então, não peguei um caso assim mas, tivemos uma leitora com dúvida, o que podemos dizer é que para solicitar a habilitação, o cônjuge que estiver fora, pode nomear um mandatário para dar entrada no processo, agora quanto ao curso de noivos, este é indispensável, indico que procurem a secretaria paroquial e se informem sobre qual o procedimentos neste caso e SE puderem, compartilhem esta informação aqui conosco.
  • Tenho que estar batizado, ter feito a 1a. comunhão e a crisma para me casar?
No primeiro caso sim, tanto é que um dos documentos exigidos para reservar sua data na igreja, é a segunda via do batismo para fins matrimoniais, só a certidão de batismo não serve, você precisa ir na secretaria paroquial em que foi batizado e solicitar a segunda via para fins matrimoniais. Sobre a 1a. comunhão e a crisma vai depender do pároco, por isso que vocês devem procurar a igreja com antecedência e já se informar de todas as exigências.


Nenhum comentário:

Postar um comentário